Reconhecida por sua atuação em causas sociais, Cláudia é fundadora e presidente da Associação Beneficente Amor ao Próximo

 

Redação Scriptum

 

A melhoria dos serviços de saúde, a inclusão social, os direitos das pessoas com deficiência e o desenvolvimento sustentável estão entre as principais bandeiras políticas da vereadora Cláudia Araújo, representante do PSD na Câmara de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Presidente da Executiva Municipal do partido e pré-candidata a deputada estadual, ela pretende ampliar na Assembleia Legislativa a atuação em defesa dessas pautas e o alcance de projetos que já beneficiaram a cidade, com população estimada pelo IBGE em cerca de 1,5 milhão de habitantes.

Cláudia é autora do requerimento que estabeleceu a Frente Parlamentar SOS Hospitais, grupo que fiscaliza o atendimento oferecido pelo SUS e debate o fechamento de unidades de saúde no município. Segundo ela, somente na capital gaúcha, foram fechados nove hospitais nos últimos 15 anos. Por conta disso, a vereadora avalia que seriam necessários, no mínimo, mais três mil leitos para o atendimento da demanda. “Os hospitais que fecharam deixaram uma defasagem gigante de leitos. Temos um grande problema nessa área da saúde. Em todo o interior do Estado não há centros de alta complexidade e os pacientes vêm para Porto Alegre”, destaca a vereadora, que exerce o segundo mandato consecutivo na Câmara e preside a Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam).

Reconhecida por sua atuação em causas sociais, Cláudia é fundadora e presidente da Associação Beneficente Amor ao Próximo, que promove um trabalho voluntário em prol de moradores de baixa renda, crianças, idosos e pessoas com deficiência. A ONG foi criada em 2010 e já ajudou mais de 100 mil famílias.

Entre os serviços realizados pela entidade sem fins lucrativos estão a arrecadação de tampinhas plásticas e lacres de latas de alumínio, materiais que são vendidos para a compra de cadeiras de roda e caixas de leite. De acordo com a estimativa da parlamentar, mensalmente, a associação coleta 1,5 tonelada de tampinhas e 130 quilos de lacres.

A inspiração para o trabalho voluntário feito por Cláudia — que sempre se destacou na cidade como comerciante do setor vestuário — veio de sua filha Melissa, então uma adolescente. A garota ficou empolgada após uma visita a uma entidade assistencial e transmitiu esse entusiasmo à mãe. “Ajudar as pessoas é como um vício. Tu começa a fazer esse tipo de trabalho e nunca mais deixa de fazer. Vim para a política para abrir portas e ajudar ainda mais pessoas”, define a vereadora.

Liderança

Há cerca de um mês, Cláudia assumiu a presidência da Executiva do PSD em Porto Alegre. Entre as virtudes do partido, ela destaca o respeito à pluralidade de opiniões dos seus filiados. “O PSD me dá liberdade para votar nos projetos em que acredito. Não há cabresto, cada um vota no que acha que é certo. Sempre falei o que penso e nunca fui coibida”, resume a parlamentar.

Outra característica positiva da sigla mencionada pela vereadora é a valorização das mulheres, “que têm representatividade muito grande para concorrer aos cargos e discutir suas realidades”. Exemplo disso é o fato de que, no Rio Grande do Sul, duas lideranças femininas ocupam cargos de destaque na Executiva Estadual do PSD: a presidente Letícia Boll Vargas e a tesoureira Rosangela Negrini.

Raio-X:

Nome: Cláudia Vieira de Araújo
Data de nascimento: 28/10/1967
Formação acadêmica: Formada em Gestão Pública pela Faculdade Anhanguera e graduanda em Administração pela Unisinos
Estado civil: Casada
Filhos: Melissa (29), e Arthur (22)
Religião: Espírita umbandista
Ídolos na política: Não tenho ídolos na política. Admiro alguns políticos que buscam construir um mundo melhor, independentemente de partido, cor, credo ou raça.
Frase: Gratidão é a palavra! Trabalho é o caminho (Cláudia Araújo)