A coordenadora do PSD Mulher, Alda Marco Antonio

A coordenadora nacional do PSD Mulher, Alda Marco Antonio, participou neste domingo (8) de evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher realizado na avenida Paulista pela Agência de Notícias da Aids. Intitulado “Mulheres e suas Muitas Dimensões”, o evento foi promovido em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e reuniu lideranças de diferentes segmentos em debates públicos sobre temas como aborto, feminicídio, racismo, prevenção à Aids e empoderamento feminino.

O debate também contou com a promotora de Justiça Fabíola Sucasas, a coach Regina Silva e Emília Carminetti, que representou a Gerência de Diversidade do Sesc São Paulo. A mediação ficou a cargo da jornalista Roseli Tardelli, diretora da agência de notícias.

Na pauta, igualdade de direitos e ampliação da participação feminina na política. “Só tem uma saída para a solução dos problemas das mulheres e do Brasil: a política, o poder conquistado dentro dos partidos políticos”, afirmou Alda, que parabenizou Roseli pela promoção do evento.

Durante sua participação, Alda fez um balanço dos avanços conquistados pelas mulheres nas últimas décadas e falou sobre os atuais desafios. “No processo da Constituinte tínhamos apenas 29 mulheres em um universo de mais de 500 deputados. Mas essas mulheres de diferentes origens se uniram acima de suas crenças e partidos para fazer avançar a legislação. Elas entregaram ao presidente da Assembleia Nacional Constituinte, Ulysses Guimarães, a carta das brasileiras e nós conseguimos muitos avanços. Tem sido assim na política, as mulheres têm demonstrado solidariedade nas questões de gênero.”