Em entrevista à Rádio Chapecó, na terça-feira (6), o presidente do PSD de Santa Catarina, deputado estadual Gelson Merísio, anunciou que lançará nesta semana um movimento para aumentar a participação efetiva das mulheres na representação popular. A ideia da legenda é apresentar um projeto de lei de iniciativa popular para substituir os 30% de cotas para mulheres que disputam as eleições (Lei 9.504/1997) por 30% de vagas em mandatos nas casas legislativas.

O movimento pretende chegar a 1,4 milhão de assinaturas, que é o mínimo para a apresentação de um projeto de iniciativa popular no Congresso Nacional. Caso a proposta seja aprovada, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina, por exemplo, teria 12 vagas ocupadas por mulheres. No caso da Câmara Federal, seriam 5 cadeiras ocupadas por mulheres catarinenses. O mesmo percentual teria que ser observado também nas câmaras municipais com 9 vereadores ou mais.