Leandre é coordenadora da Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância do Congresso

Redação: Scriptum com Assessoria de Imprensa

Seis anos depois da vigência do Marco Legal da Primeira Infância, lei que estabelece diretrizes para políticas públicas e garantias para crianças de até seis anos, é necessário que o parlamento brasileiro aprove um Plano Nacional pela Primeira Infância. Para a deputada Leandre Dal Ponte (PSD-PR), o plano é essencial para que o Marco Legal seja implementado em sua totalidade.

“Nós precisamos, no Brasil, de um Plano Nacional da Primeira Infância e eu reconheço aqui todo o esforço da Rede Nacional da Primeira Infância, que fez um excelente plano nacional, revisado recentemente. É um subsídio enorme para o nosso país, mas a gente precisa disso em formato de lei”, defendeu a deputada.

Para ela, a aprovação de um plano nacional traz metas para o cumprimento do que está estabelecido no Marco Legal da Primeira Infância. “A gente precisa ter metas, precisa ter um plano nacional”, ponderou.

Seminário

No final do mês passado Leandre participou do 8º Seminário Internacional do Marco Legal da Primeira Infância, que reuniu especialistas de vários países na Câmara dos Deputados para debater os avanços e desafios dentro das políticas públicas para as crianças de 0 a 6 anos. O seminário foi realizado pela Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância em conjunto com a Secretaria da Mulher da Câmara.

Como encaminhamento do seminário, foi lançada uma campanha de sensibilização dos pré-candidatos à presidência da República com a agenda da primeira infância.

Mundo

Recentemente, Leandre esteve em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, para debater e ajudar a construir uma política pública mundial para a primeira infância. A deputada viajou a convite do governo dos Emirados Árabes Unidos para compartilhar as experiências brasileiras com a primeira infância.