Imagens mostram o momento em que Wellington Felipe aperta o rosto de Dandara Gissoni

 

Redação: Scriptum com Uol

 

Em nota oficial, o PSD Mulher Nacional manifestou repúdio contra a violência política sofrida pela vereadora Dandara Gissoni, do PSD de Caçapava, município de cerca de 95 mil habitantes do interior do Estado de São Paulo. A parlamentar foi vítima de intimidação praticada por outro parlamentar da cidade, Wellington Felipe (Cidadania), durante sessão legislativa realizada no último dia 26. A sessão foi transmitida pelas redes sociais, mas o caso só ganhou repercussão após o pronunciamento feito por Dandara na terça-feira (3).

Imagens divulgadas pela vereadora mostram o momento em que Wellington se aproxima e aperta o rosto da parlamentar. “Até pensamos em escrever: ‘Em pleno 2022, ainda precisamos falar de machismo nos espaços públicos. Mas nós já fizemos isso em 2019, 2020 e 2021. Parece que nada é efetivo contra esses comportamentos, nada aparenta fazer com que essas atitudes sejam extintas. O único jeito é fazer com que as mulheres ocupem pelo menos metade dos cargos eletivos. Não é um pedido de socorro, é um aviso”, diz um dos trechos da nota.

No texto, o PSD Mulher presta “solidariedade à vereadora” e ressalta o orgulho “por ter uma mulher forte e batalhadora no nosso quadro de companheiras.” Ainda segundo a nota oficial, o núcleo feminino considera “grotesco” o episódio e espera “que as consequências estejam à altura do ato”.

O texto é assinado pela coordenadora nacional do PSD Mulher, Alda Marco Antonio, a secretária do PSD Mulher Nacional, Ivani Boscolo, e a vice-coordenadora Adriana Flosi.