Tereza Nelma: “Para o próximo ano vou investir bem mais no PAA e melhorar a ajuda e cooperação com as associações da agricultura familiar e dos quilombos”

 

Redação Scriptum com Assessoria de Comunicação da deputada

 

A deputada federal Tereza Nelma destinou recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que beneficia agricultores de comunidades quilombolas e da agricultura familiar. A formalização junto às comunidades e associações beneficiadas foi feita na segunda-feira (2), com a assinatura da Cédula de Produto Rural (CPR) um dos instrumentos exigidos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O PAA tem a finalidade básica de promover o acesso à alimentação, combater a desnutrição e incentivar a agricultura familiar.

Tereza está investindo 400 mil reais nesse projeto. Soma-se a isso mais 850 mil reais para a agricultura familiar, além de 1 milhão e 850 mil reais em diversos projetos na área da na agricultura. No total, a deputada está investindo 3 milhões e 100 mil reais.

“Eu sou a primeira deputada de Alagoas que coloca recursos para o PAA, porque acredito na sua potencialidade. Para o ano vou investir muito mais. Eu fico sem entender como tantas pessoas, tantas autoridades, tantos políticos se utilizam de comunidades que mais precisam e não contribuem para fortalecer suas associações, afirma a deputada federal Tereza Nelma.

O PAA adquire os produtos da agricultura familiar, que são distribuídos gratuitamente à população carente, através de associações da sociedade civil. O superintendente da Conab, Bruno Lales, explica que os recursos do Ministério da Cidadania não são suficientes para custear o PAA. O programa “tem um cunho social muito importante para a cadeia produtiva do Estado. Esse é um momento pioneiro em Alagoas, e com essa iniciativa da deputada Tereza Nelma vamos conseguir dar continuidade nas ações da agricultura familiar no Estado”.

“Para o próximo ano vou investir bem mais no PAA, e melhorar a ajuda e cooperação com as associações da agricultura familiar e dos quilombos”, destaca Tereza Nelma.

Nesse primeiro investimento, foram destinados pela deputada federal cerca de 500 mil reais, que atenderão 64 famílias que vivem da agricultura, garantindo a aquisição de mais de 84 mil quilos de alimentos produzidos por produtores das seguintes associações: Associação Quilombolas de Guaxinim, de Cacimbinhas, Instituto Irmãos Quilombolas de Santana do Mundaú, Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombo Poços de Lunga do município de Taquarana e Associação de Agricultores Familiares de Água Fria, do município de Santana do Mundaú.

Os produtos adquiridos serão destinados a filiadas da Federação de Associações Pestalozzi de Maceió, que fará a distribuição entre aqueles que mais precisam. A formação dessa rede fortalecerá as comunidades tradicionais, quilombolas e agricultores familiares.

A Conab desempenha o papel de formar estoques públicos para enfrentar questões relacionadas à soberania alimentar. Suas compras públicas de alimentos têm duas finalidades principais. A primeira é fazer doações para populações ameaçadas pela fome. A segunda é a formação de estoques públicos estratégicos, que servem tanto para garantir o abastecimento de pequenos agricultores quanto para regular os preços do mercado de alimentos básicos.

“A gente só agradece a deputada que tem um olhar diferenciado para as comunidades quilombolas e os agricultores familiares, sendo pioneira ao investir”, disse Augusto Malta, da Associação Quilombola de Guaxinim.